OCITOCINA – Hormônio do Amor

ocitocinaA ocitocina é um hormônio, produzido pelo hipotálamo e armazenado pela hipófise posterior. O hipotálamo coordena as interações entre os neurônios e hormônios secretados pela glândula pituitária.

Modulação da ansiedade, da libido, vínculos afetivos e interação social e na regulação das respostas neuroendócrina e cardiovascular.

Representação esquemática das interações entre o hipotálamo e a hipófise. A liberação do hipotálamo e os hormônios inibidores exercem seus efeitos sobre a liberação de hormônios pituitárias anteriores. A ocitocina e vasopressina (hormônio antidiurético) são liberados diretamente por axônios hipotalâmicos que terminam na hipófise posterior, e os hormônios são secretados de lá diretamente para a circulação sistêmica.

Quando liberada perifericamente pela hipófise posterior, atua estimulando a produção de leite materno e a contração uterina no parto, já quando é liberada centralmente, a ocitocina age como um neuromodulador de diversos processos, tais como modulação da ansiedade, da libido, da interação social e regulação das respostas neuroendócrinas e cardiovasculares. Considerada o ‘’hormônio do amor’’, é alvo de recentes pesquisas, pois melhora a interação social e a realização de vínculos afetivos.

Efeitos da ocitocina em Estudos no Nosso Organismo:

·Ocitocina dilata os vasos sanguíneos melhorando o fluxo sanguíneo, ajudando a reduzir a pressão arterial.
· Ocitocina melhora a cicatrização de feridas devido a melhoria  do fluxo sanguíneo.
· Ocitocina estimula a melhorar a ligação entre os amantes.
· Ocitocina acelera e intensifica o orgasmo e melhora o desejo sexual ou libido.
· Ocitocina aumenta a produção de hormônios anabólicos (hormônio do crescimento e testosterona), e reduz a produção de hormônios catabólicos como o cortisol.

Ocitocina em Mulheres

Nas mulheres a ocitocina pode melhorar o libido feminino, também aumenta a lubrificação e o tônus vaginal. Intensifica a experiência do orgasmo e a memória de experiências prazerosas. As mulheres chegam mais rápido ao orgasmo quando se utiliza a oxitocina e são mais propensas a experimentar múltiplos orgasmos. A oxitocina é por vezes utilizado durante o momento do parto, pois aumenta as contrações uterinas. Também estimulam o aleitamento materno através da contração das glândulas mamárias produtoras de leite.

Ocitocina em Homens

A ocitocina nos homens pode aumentar a sensibilidade do pênis durante o contato sexual e aumenta a freqüência das ereções. Ela melhora a ejaculação pela contração estimulante das vesículas seminais, túbulos seminíferos, epidídimo e da próstata. A liberação de espermatozóides também é reforçada pela oxitocina. Após o orgasmo a oxitocina induz a sonolência nos homens. No homem, a Ocitocina aumenta o volume de esperma e intensifica a experiência do orgasmo. Outros benefícios demonstrados em estudos estão relacionados ao aumento de hormônios anabolizantes como a testosterona e o IGF-1, relaxamento muscular resultando na diminuição em sintomas de fibromialgia e na diminuição da hipertensão arterial e a vasodilatação coronariana.

Fonte: Revista ISTOÉ N° Edição: 2061 | 13.Mai.09.

Um estudo publicado no ano de 2011 na revista “PNAS” descreve os efeitos da ocitocina em um grupo de pessoas com autismo. O hormônio melhorou o reconhecimento de expressões faciais e a habilidade de interação dos voluntários com autismo em jogo virtual. Outro exercício exigia que os participantes olhassem para expressões faciais em um computador e identificassem se o rosto era de homem ou mulher e a direção que os olhos apontavam. Autistas, antes do tratamento com ocitocina, olhavam pouco para o rosto representado na imagem. Após as doses de ocitocina, conseguiram fixar mais seu olhar. O resultado sugere que a ocitocina reduza a ansiedade dos autistas na hora de fazer contato visual.

Venda sob Prescrição de Profissional Habilitado.

Fonte: oficialfarma

This entry was posted in Bem Estar, Dicas de Saúde, Manipulação and tagged , , . Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta